Sobre recordar


Setenta e muitos: - Ai, recordar já não é bom... dá vontade de chorar...

Vinte e poucos: - Não sejas assim, recordar é bom!

Setenta e muitos com lágrimas nos olhos: - .... ai ....

Vinte e poucos: - Ó!

Uma tem a vida toda pela frente, a outra tem a vida toda para trás.

4 comentários:

ritacor disse...

que quilt fantástico!
:))

Virgínia disse...

Foi feito há muito tempo pela minha avó :) E obrigada pela visita, é uma honra!

rute disse...

Recordar é fácil para quem tem memória, esquecer é difícil para quem tem coração...
Saudade não tem forma nem cor,
Não tem cheiro nem sabor.
Fala-se nela mas não se vê,
Só pensa nela quem acredita.
Ela é parte da ausência,
Ela é parte do amor,
Ela tem realidade, mas quem a tem sente dor, uma dor miudinha cresce no coração e que nunca vem sozinha… Acompanha a solidão, quem a sente nunca esquece nem nunca esquecerá, o sentimento que não adormece por alguém que não está!

um abraço forte para as duas xeio de amor e carinho, da I. também ;)

Virgínia disse...

A saudade é uma dor lenta, tão forte e cruel - mas não mata. Pelo contrário, quando um dia nos pomos de novo de pé, tornamo-nos mais fortes e capazes de abarcar com muito mais. O amor só a nós pertence, ele faz parte de quem nós somos e temos a oportunidade de o usar em tudo o que fazemos... é muito difícil, eu sei, mas tenho a certeza que tens um grande caminho à tua espera. Beijinhos nossos também :)