A caminho de Monsaraz V






Em plena vila de Monsaraz encontrei uma holandesa. Chegou a Monsaraz há 45 anos, onde mais tarde comprou a Fábrica Alentejana de Lanifícios, em Reguengos de Monsaraz e a ela se dedica de corpo e alma. A sua loja, a Loja da Mizette, é paragem obrigatória para quem se interessa pelo artesanato genuíno português.
O artesanato laneiro está na origem do actual concelho de Reguengos de Monsaraz e constitui uma referência fundamental na história da região. Desde o séc. XVI as passagens de grandes rebanhos da transumância ligada à Mesta Espanhola, juntamente com a fixação no local de couteiros da Casa de Bragança, criaram condições excepcionais para o desenvolvimento desta actividade.
A Fábrica Alentejana de Lanifícios encarna toda essa herança. Desde a sua formação, na década de 30, continuou o prestígio e a qualidade dos tecidos reguenguenses, criou a imagem de marca das Mantas de Reguengos e contribuiu significativamente para a sua internacionalização quando em 1958 lhe foi atribuída a Medalha de Ouro na Exposição Universal de Bruxelas.
É propriedade, desde 1978, de Mizette Nielsen que continuou a tradição, divulgando ainda mais a manta alentejana. Introduziu inovações e criatividade. Acrescentou valor e nova dimensão a uma arte tão significativa na identidade cultural do Alentejo.


Foi uma surpresa, mas uma surpresa boa. Esta mulher, vinda de tão longe, tem uma missão nas mãos. O seu receio, e meu também, é que não haja ninguém que continue esta tarefa quando ela se aposentar.
To be continued...

3 comentários:

Rosa disse...

Lindo post! Brinquei bastante junto aos teares da Mizette quando vivi em Reguengos, há mais de 25 anos. E dormi muitas noites aquecida pelas suas magníficas mantas :)

PS: Em Lisboa, as mantas da Mizette vendem-se n'A Vida Portuguesa.

Tintas linhas e manias disse...

Olá
Gosto muito do Alentejo, apesar de ser ribatejana (Abrantes), fiquei encantada com o post. Assim que voltar a Reguengos irei visitar os teares da Mizette.
Isabel Alves

Virgínia disse...

e eu agora fiquei com vontade de lá voltar também! :)