feito com gosto



Este foi o meu exercício do último sábado, junto deste grupo magnífico de mulheres.
Quando disse ao Miguel que lhe tinha feito um individual, ele encolheu-se na cadeira e suspirou um "aaiii...", tal como quando lhe disse que tinha de ir ao dentista. Mesmo assim mostrei-lho na esperança do vermelho, a sua cor favorita, me salvar. E ele gostou. Gostou muito. Tanto que já lhe inventou mais funções, como base para o Jogo do Galo. E a mãe, deixando as costas procurar apoio no sofá, solta um sorriso de alívio. Consegui.
Algo que não me deixa nada indiferente é o caso da pequena Alexandra. Consigo imaginar o seu desespero, é de gelar o sangue. E como ela, tantas pessoas que cresceram assim, que poderiam ter sido outras se não tivessem sido obrigadas a crescer assim...
Eu já assinei a petição (a versão portuguesa parece estar "esgotada", daí ter assinado a versão internacional) e imploro-vos que façam o mesmo. Peço também aos que estiverem amanhã em Lisboa que se juntem ao Sr. João em frente à Embaixada da Rússia. Todos os esforços são válidos. Para saberem mais, visitem o blog que foi criado.

3 comentários:

mariazinha disse...

parabéns..está lindo e cheio de cor. Tb gostava de ter lá estado...

Brikebrok disse...

essa do jogo do galo é demais ! um patchwork versátil portanto !

Anis disse...

Olá Verginia, o caso da Alexandra tem-me realmente gelado o coração já tinha tentado assinar a versão Portuguesa e já não estava acessível obrigado por ters "linkado" a versão internacional (já assinei) não tenho muitas esperanças... mas...
Beijinhos (o individual-jogo-do-galo está lindo!)