back in the days



Lembro-me tão bem deste momento - a sala, os avós, a minha prima pequenina, a troca de prendas.
Ao procurar fotografias antigas minhas descobri um sorriso puro de criança feliz, autêntico, como só uma criança tem. Os meus cabelos longos, as minhas roupas todas feitas à mão, as minhas certezas de que a vida era assim e que para sempre assim seria.

Hoje o sorriso já não é tão destemido. A vida foi transformando a menina, a morte foi bruta e retirou-lhe o prazer de desconhecer.

Vou pendurar em casa fotos desse sorriso de criança para que não me esqueça de quem ainda sou. Para que essa menina viva dentro de mim até ao fim. Quero trazê-la de volta.

Já passei por três mortes bruscas. Pessoas que me eram tudo que se foram de um dia para o outro. Hoje são muito poucas as que me prendem à vida, as que dão sentido ao estar aqui. E uma delas foi violentada. De um momento para o outro a sua vida mudou. E eu não sei como conseguirei recuperar a criança em mim, mas vou ter de o conseguir.

15 comentários:

sofia disse...

Um beijo grande grande para ti
Que o que te tenha tirado os sorrisos (e aqueles de quem gostas) deixe de doer tanto e te (vos) permita sentir outra vez essa forma simples de sentir e sorrir

Meninheira disse...

Agardo com todo o meu coraçao a volta desa criança, o amor doe mas fainos máis fortes.

Um beijinho moi moi grande Virgínia :*

Eco-quinta Nemus disse...

Quando menos esperamos a nossa vida dá uma volta de 360 graus e volta a brilhar.É preciso é nunca deixar de acreditar.Quando mais desejares uma coisa e mais energia puseres nela, mais rapidamente ela se vai realizar.Não duvides.:)
Muita luz, paz e amor.
Sofia

Virgínia disse...

Obrigada pelas vossas palavras a uma perfeita desconhecida - orgulho-me de conhecer pessoas assim - que não temem dar de si, que acreditam, que lutam com esperança e certezas positivas.

Dharma´s disse...

Ohh Virgínia eu vinha aqui tao contente dizer te que o "nosso" coelhinho ja lá esta para o mundo todo ver ... e encontrei estas palavras e puseste me a lagrima no olho .. não consigo imaginar a situação mas vejo a tua dor, sabes .. conto te algo, tambem eu era uma menina de cabelos compridos e de sorriso fácil, as desilusoes com que me debati tornaram me dura e ao mm tempo tao fragil, mas vivo na certeza que aquele sorriso voltará e o teu tambem .. pessoas com a tua sensibilidade serao sempre compensadas.

Um grande xi e enorme beijinho
Elsa

Eco-quinta Nemus disse...

O tempo não é meu e as palavras são do coração:)
Espero que um dia alcances a vida que desejas!Para mim também já foi um sonho, e como vês, hoje é realidade.Tudo pode acontecer;)
beijinhos
sofia

Virgínia disse...

um grande abraço e um grande bem-hajam :)

Ana Barata disse...

um abraço muito forte, Virginia, é o que lhe "mando" daqui!
Crescer não é nada fácil! E todas as coisas por que passamos é que nos fazem crescer! Mas não podem tirar o sorriso da esperança, dos sonhos, porque esse está cá dentro! O legado que todas essas pessoas importantes para nós nos deixam ficam e criam raízes muito fortes, e essas lembranças são como vitaminas.
Acredite, Virginia, é estranho mas é como que o vazio que nos deixam seja simultaneamente ocupado pela grandeza das recordações!
e depois temos os filhos a quem queremos/devemos que sejam herdeiros de valores tão importantes!
bj muito grande
ana paula

Virgínia disse...

um grande abraço, Ana Paula***

mamacris disse...

foi concerteza a beleza k mora em ti e todas as caracteristicas k dizes perdidas na infancia,k transmites tao bem em todos os teus trabalhos, k me atrairam ao teu blog.
beijinhos,

Owl_mania disse...

Força V! Estou contigo para o que precisares!

Virgínia disse...

Um abraço grande a todas***

Rita Quintela disse...

Um beijinho, querida.
(Os sorrisos não desaparecem. Só que às vezes ficam escondidos)

Virgínia disse...

Rita, isso é bem verdade... as vezes o sorriso está lá mas não é visível... Um beijinho para ti também.

mm disse...

Com os teu bonecos pões sorrisos desses a toda a gente. De certeza que também hás-de ter um para ti.