10 meses

10 meses 10 meses

Em 10 meses aprendi:

* que ser mãe de dois é muito mais que o dobro do trabalho.
* que ser mãe de dois é muito mais que o dobro do amor, da alegria e da felicidade profunda.
* que ser mãe de uma menina é tão bom como ser mãe de um menino.
* que eu já não sou a mesma de há 10 anos, quando tive o primeiro filho. Agora tenho rugas, cabelos brancos, dores nas costas - e sou muito mais eu do que era.
* que a casa não vai ficar arrumada por muito mais que 5 minutos por isso mais vale não me preocupar com isso e aceitar.
* que o meu trabalho, neste momento, tem que aguardar porque se passo os dias a pensar naquilo que não estou a conseguir fazer vou viver insatisfeita e triste e não é isso que quero nem para mim nem para os meus filhos.
* que é possível começar a trabalhar à meia-noite quando finalmente a casa dorme mas que ir para a cama às 4 da manhã não pode ser saudável. 
* que amamentar é bom, tanto para o bebé como para a mãe, quando tudo corre bem. 
* que a vida é mesmo o dia de hoje, amanhã é amanhã.
* que hoje é sempre o dia mais importante de toda a vida.
* que um bebé é tão puro que só pode vir do céu.

15 comentários:

miriam disse...

que lindo! também descobri há 1 mês que é mesmo isso =))) (tirando a parte da menina ;))

Raquel Úria disse...

"hoje é sempre o dia mais importante de toda a vida"!

Que texto tão bonito e sério.

MJL disse...

Que maravilha Virginia, revejo-me completamente nas tuas palavras, embora seja mãe de dois meninos, um de 7 e outro de 3 anos... muitos parabéns :))

pérola disse...

concordo com tudo, tudo, tudo... a que mais me tocou? a última frase...linda
bjinhos

Virgínia disse...

Que bom ter-vos por aqui :) Fico mesmo contente, obrigada.
Miriam, parabéns!!

Ana Monteiro disse...

É mesmo assim :), subscrevo inteiramente! Sou mãe de 4 e ainda estou a aprender algumas dessas coisas ... beijinhos
adoro o seu blogue!

Inspiração Inesperada disse...

Lindo :)

Esta reflexão tocou-me, muito:
* que o meu trabalho, neste momento, tem que aguardar porque se passo os dias a pensar naquilo que não estou a conseguir fazer vou viver insatisfeita e triste e não é isso que quero nem para mim nem para os meus filhos.

Vânia disse...

Tento fazer desta ideia o meu lema de vida "hoje é sempre o dia mais importante de toda a vida".
Parabéns :)

trapos a voar disse...

É mesmo assim! Obrigada por partilhares. Ajuda perceber que não somos as únicas com este tipo de "problemas" que no fundo nem são...Felicidades

aniki bobo disse...

Lindas palavras ! é isso mesmo !

sara carvalho disse...

Lindo! Desque que a I nasceu é esse o lema cá em casa... Bjos

Bell disse...

Querida Virginia, fazia muito tempo que eu não passava por aqui, que surpresa boa essa fofura!!Deus te abençoe minha querida!!
Beijocas
Bell

Miú Segunda disse...

Não conhecia o seu blogue, Virgínia, pois sou uma neófita nestas coisas da blogosfera, mas fiquei encantada! Muitos parabéns por todo o bom gosto, a criatividade e a sensibilidade.

E este 'post' diz (quase) tudo! Há dois pontos, em particular, com que me identifico consigo: ser mãe numa fase mais tardia também foi a minha experiência agora, depois de o ter sido muito jovem da primeira vez (quase logo que acabei a licenciatura). E ter sido mãe de um rapazinho depois de o ter sido de uma menina :) Foi ao contrário, mas cá temos o casalinho.

Beijinhos da nova seguidora

Virgínia disse...

Um abraço apertado a todas. ainda que virtual, é verdadeiro e sentido. é uma honra ter-vos por aqui - obrigada♥.

Naná disse...

A Maria está tão linda!

É um privilégio tremendo poder assistir a estas conquistas todas :)