dias

dias dias

Os dias passam, eu passo, a vida passa. E eu quero agarrá-la, mostrar-lhe que sou eu que mando, que uma pessoa não chega à idade adulta para isto mas sinto-me derrotada. A vida é quem manda. As carruagens passam por mim a correr, eu aceno com um sorriso esforçado e volto ao que estava a tentar fazer, seja lá o que isso era. Quando me lembro dou umas palmadinhas no ombro, digo a mim própria que o que faço não é para fracos, tomo um chá preto e volto ao que estava a fazer, seja lá o que isso era.
Na agenda, ainda a do ano que já passou, anoto projectos, listas de afazeres, encomendas que vão chegando. São os meus segundos de mulher empresária. Gosto. Mais uma palmadinha no ombro, o tempo é sábio, a altura vai chegar e volto ao que estava a fazer, seja lá o que isso era.

E é isto que vim cá fazer, desabafar um bocadinho e ver se retomo o ritmo, que tudo isto me faz falta e me faz feliz e já vou a sentir-me um bocadinho melhor.

8 comentários:

Patricia B disse...

Tenho bastantes dias assim mas depois respiro fundo, olho para as fotos daqueles que amo na parede e sinto um sorriso nascer em mim. Um beijinho Virgínia :-)

Alexandra Macedo disse...

Palmadinhas no ombro e Respirar fundo, às vezes não se pode mesmo fazer mais nada, seja lá isso o que for. : )

Maria Duarte disse...

Há dias assim...

Cátia disse...

Nunca comentei nada por aqui,apesar de vir sempre cá espreitar,mas como infelizmente eu sei tão bem o que é ver a vida passar hoje decidi fazê-lo...
Também sei o que é levantar,ir à janela ver o mundo passar,respirar fundo e recomeçar,nem que seja na imaginação.Ao criar algo tão bonito decerto irá reencontrar a força que parece perdida.Um beijinho grande.

Dora Ramalho disse...

:) o lufa lufa do dia-a-dia!

Jeito Mineiro de Ser disse...

Éhhh... Na vida acontecem tempos assim mesmo. Coragem, vai passar...Afinal, tudo passa.
Um abraço carinhoso!
Egléa

Virgínia Otten disse...

Um abraço a todas. O virem aqui e deixarem-me umas palavras significa muito para mim :)
Eu sou uma privilegiada. Não me falta nada. Só preciso de algum tempo para poder trabalhar as minhas ideias. Tenho a certeza que sabem o que isso é. :)
Vou fazer um esforço por vir aqui mais vezes, faz-me bem. E pôr os projectos que se acumulam em prática.

trapos a voar disse...

O tempo foge...! Acho que todas as mães sentem isso. Queremos fazer tudo, aproveitar cada momento, dar atenção a tudo e todos. Às vezes assusta...
Coragem! :)