10



Cedo tive que procurar um lugar para mim no mundo. Sem um pingo de medo, enfrentei os caminhos mais difíceis. O medo, vim a senti-lo só quando percebi que poderia ter-me enganado no caminho e que era possível ter que voltar atrás.
Assim que tomei a decisão de regressar, senti que algo caía no seu lugar. Estava certa. Não havia dúvida alguma dentro de mim.
Casa às costas, despedidas, a vertigem de um novo começo.
E tudo foi acontecendo tal como se tivesse sido previsto, todas as peças foram caindo no sítio certo, todo o emaranhado de situações sem nexo para mim foi se dissipando até começar a ver chão seguro, a reconhecer-me dentro da minha própria vida.
Durante toda esta viagem, houve uma pessoa que nunca deixou de me dar a mão. Apareceu vindo do outro lado do mundo e nunca mais me largou. Passá-mos os dois na mesma rua, no mesmo instante, olhá-mo-nos sem saber porquê e ainda hoje estamos juntos. Somos quase opostos um do outro, esforço-me por encontrar pontos em comum e no entanto parece que servimos um propósito acima de nós, ilustres sacrifícios em honra de deuses sedentos de sangue e vida, que nos vão usando em prol das suas vontades.

Por tudo o que já passámos e por ainda aqui estarmos, por tudo o que já construímos e por tudo o que ainda temos a aprender:

Parabéns a nós os dois, pelos 10 anos de casados.

2 comentários:

R. disse...

E como um sonho o nosso encontro, e como um sonho de viver contigo. ainda tenho muito que aprender e fazer. Obrigado pelo que tens feito para mim durante estas 10 anos.Fizeste-me quem eu sou hoje mas nem sempre te mostro o melhor. Obrigado para ter aceito a minha mão.

yupiii disse...

A vida é um turbilhão, são mil escolhas e outros milhares de "ses". Eu acredito em vocês de verdade e sinto sempre q vocês podem e fazem uma família bonita, por xs acho q n vêem isso, mas espero q estes últimos tempos vos tenham mostrado q ao caminharem d mãos dadas a vossa vida é melhor. Por xs n pensar tanto e apenas sentir é o melhor. Aproveitem quem se importa d verdade convosco e amem-se. Aprender é difícil, viver também, mas fluir é o melhor, aproveitem, sorriam, dêem as mãos e olhem para o vosso filho. Eu acredito em vocês e nos próximos 10 anos. A madrinha