Da vida



Andam cá por dentro umas palavras a querer sair, mas eu vou guardando-as, porque não quero magoar ninguém e porque o que lá vai, lá vai. Mas está-me aqui no estômago, a querer explodir, a cimentar-me as paredes... E o que mais quero é abrir as janelas e deixar o ar passar.


Surpreenderam-me com um lindo post hoje de manhã. Palavras que vieram acabar com qualquer dúvida que tinha sobre a proximidade das pessoas. As pessoas não se conhecem bem ou mal por estarem fisicamente próximas. As famílias vivem juntas a vida toda sem se conhecerem uns aos outros. Vejo isso na minha, vejo isso nas dos outros. A solidão do ser humano vem muitas vezes dessa mesma proximidade inventada, porque está ali ao lado, e ninguém sabe o que lhe vai na cabeça. É fascinante.


"Não há passos divergentes para quem se quer encontrar". Obrigada por me ouvires. Porque ainda ontem adormeci a perguntar a mim mesma porque é que dei tantas voltas para aqui chegar.


Todas estas voltas que tenho dado foram mesmo necessárias. Doeu muito, magoei muito, mas levantei-me. E as tais palavras que cá estão dentro a amadurecer para serem colhidas são mais ou menos estas:


a criança cresceu e percebeu que era tudo vosso. O medo era vosso, a raiva era vossa, a frustração era vossa, as palavras foram vossas, os gestos foram vossos, as vozes eram vossas.


Era inevitável o caminho, mas fi-lo sozinha, pelos meus pés. E hoje olho-vos e pesa-me ver-vos tão infelizes, tão enganados, tão sozinhos.


E eu podia ter perdido tudo, mas não. Consegui chegar a casa antes que ela se fechasse.



Obrigada Rita, pelo empurrãozinho.


1 comentário:

Herondina disse...

Virgínia, antes de lhe contar um segredo dou-lhe os parabéns pelos seus seus trabalhos,e pela frontalidade que tem em expôr os seus temas. Trabalho em Setúbal, na Loja dos Sabores. Fiquei encantada com o seu blog e decidi fazer um. Pedi ajuda à minha filha e aqui está ele: malinhasecoisinhas.blogspot.com. Vou pedir-lhe a honra de adicionar o seu, porque foi o primeiro blog que me influênciou a criar o meu.Obrigada beijinho