da camisa do irmão

reciclar reciclar reciclar

Reciclar roupa é das minhas coisas preferidas de fazer. Porque não gosto de deitar fora algo que ainda tem muito para dar, porque gosto de puxar pelas ideias, porque adoro transformar. Porque, verdade seja dita, a sociedade em que vivemos é obcecada por deitar fora e eu, mais uma vez, discordo. Sabe bem e é necessário mas muitas vezes o deitar fora é um acto mecânico de quem deixou de saber fazer e se habituou a chamar lixo às coisas. A mim custa-me deitar fora um frasco de vidro, quanto mais uma camisa em bom estado.
Olhando para ela aqui assim, acho que é capaz de ter ficado com ar de bata. Mas que importa? Que se encha de terra, tinta e plasticina, que é tudo o que uma mãe pode desejar à sua filha de quatro anos, artista de alma e coração. 

-" Os artistas podem sujar-se, mãe!" 
-" Podem e devem, filha."



Monster High, por senhorita Alecrim

Monster High,
por senhorita Alecrim

(Não é desenho animado que passe cá por casa nem é nome que se consiga dizer em língua estrangeira aos quatro anos de idade mas a sua persistência foi tal que acabei por descobrir quem era afinal a musa de que tanto falava. Ela gosta é de monstros, de bruxas e de lobos maus. )

5 comentários:

Ana V. disse...

Gosto muito

Joana disse...

Adorei a bata e o desenho. Uma família de artistas. :) Bjo

helena disse...

Ficou um amor! Excelente, parabéns.

Planeta Zorp disse...

Mas que bonito!!! Como tudo o que vemos sair das tuas mãos, pois o que é feito com muito amor, ésempre honestamente bonito! A minha prática é muitíssimo menor que a tua, mas tbem reciclo camisas do pai em blusas e calções para o filho... Embora imperfeitas, ambos gostam do resultado final... E isso deixa-me muito feliz!
Beijinhos da costa alentejana!

Cláudia M disse...

Tão fofinha ;) e que belo desenho :)